Cinema On: Bonequinha de Luxo

11:24

Estreia: 1961 
Gênero: Comédia Dramática.  Criador e Diretor: Blake Edwards.
PS: Na época conseguiram driblar a censura, então é quase imperceptível várias coisas.

Holly Golightly (Audrey Hepburn) é uma garota de programa nova-iorquina que está decidida a casar-se com um milionário. Perdida entre a inocência, ambição e futilidade, ela toma seus cafés da manhã em frente à famosa joalheria Tiffany`s, na intenção de fugir dos problemas. Seus planos mudam quando conhece Paul Varjak (George Peppard), um jovem escritor bancado pela amante que se torna seu vizinho, com quem se envolve. Apesar do interesse em Paul, Holly reluta em se entregar a um amor que contraria seus objetivos de tornar-se rica.


Hey gatinhos, como vão? 
Por conta, de um trabalho que tive que fazer sobre cinema dos anos 50 até 2016 acabei me fantasiando de Holly Golightly e tendo uma curiosidade quis ver o filme.
Primeiro, eu demorei bastante para ver o filme todo, fiquei parando várias vezes e até mesmo dormi um pouco kk.
Segundamente, achei a comédia um pouco sem graça, talvez porque seja um filme antigo e tals.
A personagem tem um aspecto tão doce, tão meigo que você não consegue imaginar que ela seja uma garota de programa (Em nenhum momento mostra exatamente o que ela faz no filme). Assim como no livro, eles deram a ela um ar tão sonhador e dócil. O telespectador não consegue imaginar nenhuma maldade em relação a ela.
Cenas que foram mais emocionantes foram duas: O final e a cena onde ela canta, que aliás é tão linda sua voz e a música tão apaixonante.
É um romance bem calmo e de uma leveza bastante grande. Ela sonha em ser rica pois assim conseguiria estar e comprar muitas coisas na Tiffany's pois lá ela sente que esta em paz, lá ela sente que está livre, mostrando a futilidade que ela encara tudo. Também tem o gato dela que ela reconhece como não sendo dela, pois ela e o gato apenas convivem entre si, ninguém é de ninguém e é isso que ela foge, ela foge da paixão, pois acha que a paixão interfere no "ser livre" para ela.
Resumo: Não achei o filme tão bom assim, acho que não foi muito meu estilo, achei as cenas bem calmas e bem devagar os acontecimentos. Não veria outra vez, mas queria muito conhecer a Holly, queria conhecer alguém de um jeito tão dócil quanto ela.


Dê uma olhadinha também em:

0 comentários.

Caixinha de música - Linda Louca e Mimada

Caixinha de música - Linda Louca e Mimada
Clique e ouça!

Hey, vem dar uma curtida por aqui!

instagram da Meow